sexta-feira, 27 de agosto de 2010

E-mail da CCZ é uma farsa

Para todos que receberam um e-mail da agência de publicidade de Curitiba, CCZ, logo veio a decepção.
O e-mail com assunto "estágio" com certeza assustou muito estudante quando abriu ontem e hoje sua caixa de e-mail. Inclusive eu.
Surpresa com uma pessoa que tem visibilidade no cenário publicitário de Curitiba me oferecer uma oportunidade de entrevista de estágio, fiquei pensando... como aquela pessoa teria "ouvido falar de mim"?
Recebi ontem de manhã. Hoje de manhã tive coragem de responder. ingenuidade de minha parte.
E eis que recebo a resposta: VOCÊ ACHOU QUE IA SER FÁCIL ASSIM?

Que péssima maneira de chamar acadêmicos para participar do concurso Mostre a Cara, Clube de Criação do Paraná.
Muito desagradável pensar que vocês nos acham um monte de mortos-de-fome lutando por um pedaço de carne de uma agência. Se eu sou o target, a tentativa de me convencer a me inscrever falhou.

Fiquei chocada com a falta de sensibilidade e noção que o CCPR lidou com o assunto.
Se a intenção era criar burburinho, mídia espontânea, boca-a-boca.. deu certo. Aumento no número de inscrições? Não sei.

Gostaria de ser foco de outro tipo de ação.. e não desse.

Mostre a cara você também, assim como eu

34 comentários:

@tuiterdajana disse...

Foi muita sacanagem, penso o mesmo da ação, foi de péssimo gosto brincar com os nossos sonhos só para promover o "Mostre sua cara".

Quem é da área, conhece o prêmio, não precisa apelar para esse tipo de coisa. Mal gosto elevado ao cubo.

Batata disse...

É incrível o que são capazes de fazer! Quando estudantes, estão procurando algo na área e são utilizados como mídia. Já não bastasse a bela nomenclatura ESTAGIÁRIO, que anexa também algumas das brincadeiras mais ofensivas, agora somos uma nova mídia para os Belezinhas da publicidade. Se é para isso que eu estudo, acho que não estou preparado para ser isso aí!!!

Anônimo disse...

Desculpa a honestidade, mas quem fica puto com esse tipo de ação não tem humor pra trabalhar na criação de uma agência. É melhor procurar outra coisa pra fazer da vida.

Danda disse...

Para trabalhar como criação numa agência o mais importante é ter boas idéias. E essa, não foi nada disso, anônimo. Para o seu conhecimento, não procuro estágio de criação em nenhuma agência, mas com a "oferta", achei que poderia ser uma chance de fazer algo diferente e que valeria a pena.

Danda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
gr.ego.ry disse...

Você não são o público alvo, simplesmente. Mesmo achando que vão fazer criação. Criativo tem que saber rir de tudo, até de si mesmo.

Anônimo Criativo disse...

Quem fica puto com esse tipo de brincadeira tem que esquecer criação e virar atendimento. Se nem entraram no mercado e já são quadrados assim, que deus nos ajude.

Anônimo disse...

Danda,

Se você gostou ou não, é critério seu.
Mas as resposta estão sendo positivas, a maioria está levando na esportiva, e as inscrições no concurso estão bombando.

Passar bem.

Anônimo disse...

A ideia é muito legal. Nada pessoal, mas você precisa deixar de ser bunda-mole. Profissionais assim só pioram o mercado.

Diego disse...

Desculpe, mas, com todo respeito, parece que você não é o target para profissão nenhuma, Danda. Em qualquer área, só vence quem corre atrás, batalha, mostra iniciativa, inquieta-se, não fica em casa esperando alguém pegá-lo pela mão. E, para trabalhar em criação, o mais importante não é ter boas ideias. Isto é pré-requisito. O mais importante é ter vontade de mostrar essas boas ideias. Abraços.
Diego

Diretor de Criação disse...

Infelizmente, esta é uma realidade de mercado. Agências têm profissionais que se acham estrelas, que vão salvar o mundo e devem ser admirados, bajulados, idolatrados. Há exceções, claro, mas em Curitiba é mais ou menos assim que funciona mesmo.
Isso que nosso mercado é uma quitanda. Imagine se fosse um mercado de verdade. Bom, quem sabe aí as coisas seriam diferentes. O fato é que não é fácil. Não é fácil porque as agências estão assim de gente assim. Não é fácil porque a concorrência é grande e não tem espaço para todos. E não é fácil porque o dia-a-dia não é brincadeira. Acho válido o post, Danda. Mostrar personalidade não deixa de ser um diferencial.
Não sei qual foi o teor do e-mail, mas creio que a intenção da campanha foi malcompreendida. Porque ela não deixa de ser verdadeira. Tanto pela verdade que carrega quanto pela promessa que faz.

Bárbara disse...

Para fazer uma ação que envolva um público você deve entender que ele é feito de PESSOAS, que podem gostar ou não da sua ação. Não adianta nada ser engraçadinho para os criativos e quem recebe se sentir humilhado, rejeitado, pisado.

"Achou que ia ser fácil assim?" É nego, se fudeu, vc é um bosta, seus sonhos, projetos, não são para vc... Foi como me dissessem isso

Então, sim, quem trabalha com ações desse nível deve entender que elas são feitas para PESSOAS que tem sentimentos, vontades e um humor diferente do seu.

Escutem criativos do CCPR, os alunos de publicidade estão ensinando vocês como não fazer publicidade.

Danda disse...

Vontade eu tenho, tanto que expus minha opinião sem medo dos comentários que eu já sabia que viriam. Criação não é o que pretendo, repito. Atendimento é mais a minha cara. Não me considero quadrada, não por isso. A "brincadeira" pra mim que recebi o e-mail e para outros, simplesmente não teve graça.

Bárbara disse...

Para quem acha que a ação foi um sucesso, fiz uma search por CCPR no twitter e tem os seguintes tweets;

@isademali

Pô, se nem eu que sou atendimento achei a campanha do CCPR de mau gosto acho que criativo nenhum devia achar. #frescura

@guibe

Ainda em tempo, sobre o e-mail do CCPR/Mostre a Cara: falem o que for, achei falta de respeito com a galera. Nessas horas sou careta mermo.

@_geraldo

Um simples cruzamento de mailing com a lista de associados do CCPR mostraria q não sou target no concurso Mostre a Cara. #ClaudioFreireFacts

@guga_schio

O CCPR me provou hoje que é possível ser genial E cruel ao mesmo tempo.

@alaskadesign

engraçado mais a ação da ccpr mostre a cara nao funcionou comigo. :)

Tentei achar nessa search um positivo, mas não tinha. Definam para mim "ação de sucesso" agora.

Anônimo disse...

Essa campanha é muito foda. Esses caras são uns verdadeiros fodelões.

Anônimo disse...

Se você não gostou, problema seu. Mas não diga que pros outros foi ruim também.

Posso te garantir que o retorno está sendo muito positivo.

Anônimo disse...

Também acho que o bom humor é fundamental dentro da criação. Mas a receita utilizada nessa peça me soou muito mais como ofença do que como uma ideia criativa! Por falar em criatividade, essa não é aquela agência que faz os filmes da família feliz? Massa heim! :D

Anônimo disse...

Claudio, se você estiver lendo esse blog, por favor me contrata. Meu sonho é trabalhar com um cara como você. Ou como o Cavalher, como o Miraglia, como o Schrappe, como o Felippe Motta, como o Sergio Takahata, como o Alexandre Norito, como o Deni.

@tuiterdajana disse...

Sr anônimo, qualquer um é livre para dizer se gostou ou não de uma ação.

Eu não tenho um blog para isso e admiro ela por ter feito algo que eu gostaria de fazer.

"posso garantir que o retorno está sendo positivo". Pode até ser e o quanto de buzz negativo, consumidores/clientes/possíveis associados insatisfeitos?

estudante disse...

Sou estudante de publicidade e não gostei da ação. Não estou p. da vida com ninguém, mas vamos combinar que existem outras maneiras e também soluções mais criativas p/ divulgar o mostre a cara. Esse email decepcionou muitos estudantes, não acho que era essa a reação que os criativos estavam buscando.

@rickbgarcia disse...

Quem estuda publicidade a algum tempo (estou no mercado desde 2003) sabe que a ideia foi genial, porém mal executada, e dessa vez foi por parte do redator. A única coisa ruim que vi nessa ação foi o título, mal feito e ofensivo, fora que a criação tá péssima né, ainda usam um fundo vermelho para deixar a mensagem mais sanguinária, e uma fonte completamente escrota. Enfim, isso mostra como boas ideias não bastam para uma agência, elas precisam ser também bem produzidas. A mensagem não me deixou incomodado, até dei uma risadinha pois já havia visto pessoas comentando no twitter felizes que tinham sido chamadas para trabalhar na CCZ, e eu acho que é daí que veio o constrangimento. Mas CERTAMENTE, com a quantidade de tweets que recebi, a mensagem foi negativa.

Lukas Godoy disse...

Achei a ideia bacana. Talvez sua execução não tenha sido das melhores.

Rubão! disse...

Olá Danda! Fiz um post sobre isso no Publicitário e Mal Pago. Se puder, visita lá.

Parabéns pelo blog e pela atitude, vou indicá-la no Blogs da Semana.

Anônimo disse...

bom, @rickbgarcia, espero que você não seja, desde 2003, redator. ou espero que você tenha um bom revisor.

Danda disse...

Aproveitem e vejam os outros posts!

Anônimo disse...

"Mãe, eu quero ser publicitária."

Você achou mesmo que ia ser tão fácil?

Fernando Duarte disse...

Bárbara, leia os twits que você selecionou. Agora releia. Percebeu que alguns deles são positivos, o primeiro, por exemplo.

@rickbgarcia, acho que quando você disse criação, queria dizer Direção de Arte. Afinal de contas, redação é criação também, viu?

Universitários, vocês estão decepcionando quem já está no mercado. Esse bunda-molismo é complicado. Por que vocês não abrem o 31 anuários do CCSP, vão na página 144 e conferem os anúncios que estão ali? São do gênio Cassio Zanatta e têm uma mensagem que vocês PRECISAM conhecer.

E a quem questiona o sucesso da ação, lembrem do aforismo do Cavalher: a polêmica é o quinto P do marketing.

gr.ego.ry disse...

Danda, se você quer criação e tem essa opinião sobre a campanha, gaste menos tempo no blog e mais tempo vendo anuários e melhorando seu portfólio, a começar por tirá-lo do orkut.

Dago disse...

Danda... sobre o seu primeiro comentário.

"Para o seu conhecimento, não procuro estágio de criação em nenhuma agência, mas com a "oferta", achei que poderia ser uma chance de fazer algo diferente e que valeria a pena."

A chance você recebeu, um e-mail com a oportunidade de fazer o "Mostre a Cara".

Lou disse...

Bom, achei uma idéia boa, funcionou em certo modo: as inscrições bombaram, o tema está sento um dos mais discutidos no twitter, mas ser criativo é achar que "vale tudo"?

Vejo que neste mercado tão competitivo, há muita gente fazendo de tudo para aparecer, para conseguir resultados, mas penso que tudo tem um limite. Esta ação foi muito mal executada, principalmente pela resposta escancarada "VOCÊ PENSOU QUE SERIA FÁCIL ASSIM?", parece uma frase que está rindo da ingenuidade daqueles que responderam, a reposta poderia ter sido escrita com uma linguagem mais delicada.

Outra coisa que precisa ser questionada (e a que mais me incomoda) é esse tipo "cool" que os criativos querem adotar. Acredito que para criar, você precisa livrar-se de preconceitos e esquemas, mas não precisa virar um indolente e achar que pode tudo ou que se você não leva tudo na "boa" então é um quadrado aff! isso é coisa de pseudocriativo metido a intelectual.

Conheço a Danda e sei que não é uma pessoa quadrada, aliás, é muito criativa e esforçada, mas o melhor de tudo é que ela disse o que pensa mesmo (esteja certa ou errada) e não tenta ser "politicamente correta" como a maioria deste fórum, que coloca post carregados de preconceito, tipo: "se você não gostou da ação é porque é quadrado", em fim, muitos desses podem ser simplesmente pessoas que acham que o Anônimo é o próprio Freire que está se defendendo e querem aparecer para ele concordando com suas idéias ou então têm uma idéia confusa sobre o que é ser quadrado ou não e são preconceituosos e lançam juízos sem razão.

Bom senso, da parte de todos nós, dos que criam e dos que são público alvo, também não se pode culpar o cara pela ação, e massacrá-lo como está acontecendo no twitter.

Claudio Freire disse...

Prezada Danda,

Discordo de você. A ação deu tão certo que até o seu blog virou um sucesso. Viu quantos comentários? Parabéns!

Danda disse...

Muito Obrigada a todos por visitarem meu blog. Como target (pois recebi um e-mail na MINHA caixa de entrada) tenho o direito de ter uma opinião como TARGET!
Não achei que ia ser a polêmica que está sendo...
E novamente, minha intenção nunca foi ser CRIATIVA. Se coloco uns trabalhos de faculdade no meu orkut é por diversão.
Caso um dia eu queira criação, aí eu aviso.
Obrigada!
FIM

Danda disse...

AH... e continuem visitando meu blog!
;)

Anônimo disse...

Se você autor pensa isso mesmo precisa mudar de área.. as agências não são tudo o que vocês imaginam..



Boa sorte. (na sua fracassada trilha).

Att,
Anônimo (o maior autor brasileiro)

Postar um comentário